Pai de Amy Winehouse diz que cantora morreu no processo de desintoxicação


Em entrevista ao apresentador Anderson Cooper, da CNN, o pai da grande estrela Amy Winehouse revelou ao público o que ele pensa ter sido a verdadeira causa da morte de sua filha: um processo radical de desintoxicação.




Ainda sem resultados oficiais, Mitch Winehouse explica que a autópsia inicial encontrou no corpo de Amy traços de Librium, um medicamento vendido sob prescrição médica que ajuda a controlar a ansiedade na abstinência de álcool e outras drogas.


No entanto, Mitch também revelou que tudo que sua filha fazia era em excesso: "Ela bebia em excesso e fazia desintoxicação em excesso." O pai da cantora afirma que, em sua opinião, foi uma convulsão durante esse processo que levou Amy a falecer dia 23 de julho.


Mitch Winehouse disse lamentar o fato de a filha estar se tratando sozinha, sem acompanhamento médico, o que a levava a ter ataques e perdas de consciência com frequência.


Ainda segundo o pai da cantora, os períodos de abstinência estavam ficando cada vez maiores, enquanto a dependência do álcool durava cada vez menos. "Ela estava indo na direção certa", lamenta.


A causa oficial da morte de Amy Winehouse deve ser revelada pela polícia em meados de outubro

0 comentários

Deixe seu Comentário

Copyright 2011 Comphetes All rights reserved Designed by SimplexDesign